terça-feira, 13 de outubro de 2015

Resenha: Ligeiramente Escandalosos, Mary Balogh

Freyja sempre foi uma mulher pouco convencional e uma visita inesperada em seu quarto, pode livrar essa nobre excêntrica do tédio, porém alguns imprevistos acontecem e Freyja terá que enfrentar as consequências.

Esse é o terceiro volume da série dos Bedwyn da autora que conquistou muitos leitores com sua série histórica de estreia no Brasil. Como eu já havia falado a escrita da Mary Balogh é muito fluida, divertida e instigante, sempre fico na expectativa de qual situação a autora vai colocar sua protagonista e como vai sair dela. Esse livro contém mais cenas divertidas do que a anterior, a autora também mostra um lado bem sensível da protagonista que até então ela sempre esconde de tudo e todos.

A trama começa exatamente onde terminou o livro anterior, o protagonista da família Bedwyn desta vez é a Freyja, minha favorita e que eu estava ansiosa pelo livro dela como principal, ela é uma nobre(filha e irmã de duques) a frente de seu tempo, não aceitando ser contrariada. Freyja é mimada, pela sua criação, porém admirei a garra e determinação que ela tem em diversas situações, não se deixando humilhar e nem manipular por ser mulher. É certo que pela protagonista ser nobre algumas liberdades ela usava disso para se destacar, quando isso não era possível para mulheres daquela época e menos ainda se ela fosse de família simples. Numa situação bem atípica e cômica ela conhece Joshua, que ela não sabia que era o Marquês de Hallmare, e portanto muitos desentendimentos são gerados e o jeito como o Joshua sai dessas “saias justas” é muito divertido e mais ainda porque ele sempre desafia  e provoca Freyja que com seu temperamento explosivo responde a altura.
A tia viúva de Joshua, quer que ele se case com sua prima para manter o título na família e as riqueza, porém esses não são os planos do Marquês, e com Freyja eles fingem que estão noivos. Só que essa travessura toma grandes proporções e cada dia que se passa os protagonistas notam suas afinidades e o desejo crescer entre eles.

Quote:
“ – Eu o avisei de que descobriria sua identidade e o exporia à sociedade de Bath como o patife que é. Jurei que o baniria do convívio de pessoas decentes. – Ela o cutucou novamente com o dedo. – Se acho que eu estava blefando, coração, estava redondamente enganado.” Pág.: 34

O livro também contém cenas sensuais e românticas que apimentam vários capítulos e em outros deixam o leitor suspirando. A autora desenvolve bem o relacionamento deste casal, amadurecendo e conhecendo bem um ao outro. O final tem seu clímax, e para mim a autora conseguiu me fazer tomar as dores da Freyja e assimilei bem o porquê do jeito dela ser tão agressiva. Livro recomendado para você que já acompanha a série, e se gosta de romance histórico, comece a ler essa série que é muito bem escrita e com personagens conquistadores.

Quote:
“Esta noite – comentou o marquês - , você estava sorrindo com o que acredito ser seu sorriso público de Lady Freyja Bedwyn, uma expressão graciosa que deixa claro que você é uma pessoa importante e está à vontade em qualquer situação social. Tenho vontade de conhecer o sorriso particular de Freyja, se é que ele existe.” Pág.: 50

Nenhum comentário:

Postar um comentário