domingo, 16 de novembro de 2014

Filme: Drácula Untold

Quando acabei de assistir este filme, eu vi realmente a história mais humana que se podia fazer sobre este príncipe da noite.

O filme começa nos contando a origem de Vlad - O Empalador, e também o porquê do nome Drácula. Quando um Sultão muito poderoso leva 1000 garotos da Transilvânia para treiná-los como soldados desde pequenos, assim os meninos se familiarizaram com a crueldade e a morte tornando-os invencíveis sem noção do tamanho horror que pode-se fazer a um ser humano tirando a vida. O tempo passa e Vlad se tornar um guerreiro que não quer mais viver desta maneira e retorna a Transilvânia como seu príncipe, Vlad – Filho do Dragão.

A estória tem começo meio e fim, muito bem desenvolvidos e com cenas emocionantes e de grandes batalhas. A fotografia do filme é linda, realmente foi feita com muito cuidado e detalhes. E como não poderia deixar de falar da trilha sonora, muito bem executada e que envolve completamente o momento de cada cena. Há momentos de delicadeza e ternura bem orquestrado em sua melodia como também momento imponentes de proporções épica que a música cumpriu seu papel.

Pela estória acredito que o Roteirista Burk Sharpless teve a intenção de passar uma história mais humana, caracterizando o personagem de Bram Stoker, num humano que não tem limites quando o que esta em questão é seu filho, ou esposa, ou seu país. Durante o filme tem muita carnificina e crueldade bem comuns de filmes que tem cenas de batalhas, mas com requinte bem mais sombrio quando Drácula entra em cena. É claro que há cenas de arrepiar, afinal é um vampiro que faz seu pacto com demônio, bebe sangue e tudo mais, então tem sim terror no filme.
 A crítica não foi nem um pouco boa com este filme, mas gostei muito de toda estrutura: desde escolha de elenco à detalhes de cenas, figurino e trilha sonora. Luke Evans me convenceu totalmente como Drácula.

Resenha do Livro – Drácula, Bram Stoker AQUI

Trailer do Filme:

Nenhum comentário:

Postar um comentário