Páginas

segunda-feira, 30 de julho de 2012

Resenha: A Caminho do Verão


Sinopse - A Caminho do Verão - Sarah DessenAuden resolve passar as férias de verão em Colby, uma minúscula cidade do litoral, com o pai, sua nova esposa e Thisbe, a filha do casal e sua mais nova irmãzinha. Lá, ela revê seus conceitos em relação à madrasta, encara um emprego de férias em uma boutique totalmente demais e conhece Eli, um garoto misterioso com o qual embarca em uma busca: experimentar uma adolescência sem preocupações que lhe foi negada enquanto ele procura se recuperar de um acontecimento trágico. Junte dois solitários, uma bicicleta, um estoque infindável de madrugadas com insônia, tortas e café e… tudo pode acontecer.


Auden é uma garota inteligente, calma e que tem um futuro bem promissor pela frente todo planejado pela sua mãe. Mas será que é isto que ela realmente quer? Ou ainda ela nem sabe o que realmente quer?

De início já dar para sentir que o livro fala muito sobre esta questão: até onde devemos fazer o que nossos pais querem? Ou quando devemos dizer “ Não! Esta é minha vida e eu escolho!” Pois bem, estas questões são vividas por Auden desde pequena, filha de pais separados, ela ver sua vida mudar quando vai passar as férias de verão numa casa de praia com seu pai, sua recém-chegada meia irmã e a jovem esposa de seu pai.

Sarah Dessen tem uma narrativa bem fluída, mas você demora a ler o livro pelos temas bastante reflexivos que a autora aborda ao longo da estória. Os personagens são bem construídos, tão críveis que você os relaciona com seu cotidiano.
A Auden personagem principal é tolhida pela arrogância e autoritarismo da mãe, que planeja o futuro da filha sem consulta-la “fazendo o melhor para sua filha”. Com forte influência da mãe, Auden tende a julgar as pessoas por sua aparência sem ao menos conhecê-las, fato que ela muda ao longo da estória, quando ela permite conhecer as pessoas sem pré-julgamentos e conhecendo a si mesma.
Outro personagem de destaque é o Eli, um garoto marcado pela morte de seu melhor amigo, que se fecha para o mundo e não consegue mais socializar-se. Mas isto começa a mudar com a chegada de Auden, mostrando o amadurecimento do personagem.
Um personagem bem detestável no livro é o pai de Auden, querendo ser omisso a situação não vê ou fingi que não vê, o quanto sua filha está perdida e precisa de sua orientação. Sua filha nasce, a pequena Thisby, e ele deixa toda a responsabilidade sobre a sua esposa, que esta altamente estressada e cansada sem poder contar com a ajuda de seu companheiro, seu marido.

Um livro que me fez refletir bastante a cada capítulo. Deu até para sentir a brisa da praia pelo modo como a autora descreveu o lugar. Com uma estória complexa e narrativa instigante A Caminho do Verão te proporciona uma leitura bastante reflexiva e tensa, leitura muito recomendado.

Este livro foi indicado por Monique do blog A Fábrica Diversão e Arte, no clube do livro dos #BlogueirosPE, essa foi uma iniciativa nossa de indicar um livro que lemos e gostamos, e através de um sorteio cada um tem a experiência de ler o livro do outro.

Quote:
“A vida não deveria se basear em “ou”, somos capazes de mais que isso, sabe?”  pág.: 224

10 comentários:

  1. Oi, Dany! Tudo bem?
    Esse é um livro que eu queria ler, nunca li nada da Sarah Dessen. Recomendei pra minha amiga e ela vai comprar, então provavelmente vou pedir emprestado.
    maravilhosomundodetinta.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Eu não consigo passar sem comentar numa resenha positiva da Sarah Dessen! Amei a leitura e adoro saber que outras pessoas também amaram! Também foi um livro que me fez refletir bastante!
    Parabéns pela resenha!

    Mega cheiros da Serena!

    ResponderExcluir
  3. Eu quero ler!!!!
    Além de Monique, que sempre está dizendo que a Sarah arrasa, tu também elogiando. Eu quero ler!!!

    Beijos, Dany!

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  5. Sarah é diva! Fico feliz por você ter gostado da leitura! Realmente é ótima, né?
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Paula Camargo Souza4 de agosto de 2012 20:44

    Nossa nunca tinha ouvido falar desse livro,mas que capa liinda *_*! Tão cuuute,ameei! A estória parece ser bem leve e gostosa de se ler :D

    ResponderExcluir
  7. Achei um capa bem interessante, mas a sinopse não me cativou muito. Mas mesmo assim gostei da resenha, talvez algum dia eu leia.

    ResponderExcluir
  8. Acho a capa desse livro muito linda e fiquei feliz em saber que é um livro que nos faz refletir muitas coisas. Adorei a resenha =)

    ResponderExcluir
  9. A história é bem normal e o que chama atenção no livro é o fato de ter temas reflexivos, mas só. Acho que prefiro livros mais bem elaborados no quesito história... mas obrigada pela resenha muito bem elaborada!

    ResponderExcluir
  10. Eu ainda não havia ouvido falar desse livro, num vou mentir pra agradar, mas parece ser muito bom.
    Boa resenha!!!
    beijoss

    ResponderExcluir