segunda-feira, 9 de fevereiro de 2015

Resenha: Paixão ao Entardecer, Lisa Kleypas

Beatrix, a protetora dos animais, tem sua vez nesta família pra lá de excêntrica dos Hathaways, ficando mais velha, a Amélia quer que ela se case e seja feliz. Mas será tão simples assim numa sociedade tão conservadora e cheia de preconceitos?

Esse é o quinto e último livro da série, que nos conta a estória desta personagem curiosa e no mínimo intrigante, para quem será o par ideal para essa mocinha tão diferente.
Autora continua com sua narrativa deliciosa e envolvente, muitas partes emocionantes e um tanto dramáticas preencheram este livro, tornando-o um de meus queridinhos. Um elemento bastante comum para a época que a Lisa Kleypas insere nesta trama é a troca de cartas que fizeram uma diferença enorme no relacionamento do casal, o tornando mais romântico.
Beatrix a mais jovem do clã Hathaways, sempre foi vista como a moça estranha da sociedade que adora animais, que são eles um tanto hostis e animais que de alguma maneira sofreram maus tratos. Para uma sociedade em que as mulheres eram muito refinadas, ter um bicho de estimação beirava a selvageria, e se torna pior com nossa heroína que tem um ouriço como “bichinho de seu afeto”. Esse amor pelos menos favorecidos é o que mais cativa a personagem, em sua bondade e sensibilidade. Lembrando que a Beatrix era bem pequena quando seus pais morreram, e isso à tornou muito solitária e meio distante da família, praticamente a Bea tem seu ideal de mundo para si.

Falando um pouco do outro protagonista dessa estória temos o capital Christopher Phelan, homem que se tornou amargo e duro depois da guerra. Phelan é o filho mais novo de uma família abastada, que sempre foi o menos quisto da família, em especial por sua mãe que sempre idolatrou seu filho mais velho, deixando Christopher completamente de lado. Após a guerra uma tragédia abate a família e Christopher se vê no centro de muita atenção e dinheiro, coisa que ele não queria de maneira alguma. Ele conhece Bea através das cartas, porém alguns maus entendidos ocorrem até ele descobri que é ela a autora. O casal de protagonistas de início são bem difíceis de se aceitarem, de um  lado a mocinha bem excêntrica, amorosa e gentil, de outro o mocinho com seu ar impenetrável, coração de pedra e cheio de traumas da guerra.

Com um final que tem uma pequena reviravolta, que te enche de desespero até terminar a última página, Lisa Kleypas fecha com “chave de ouro” essa serie dos Hathaways. Espere muitas cenas românticas, sensuais e bem divertida, da irmã mais diferente deste família londrina nada comum.

Quote:
“P. S. Compartilho de sua afeição por burros. São criaturas muito despretensiosas, que nunca se vangloriam de seus ancestrais. Por esse ponto de vista, seria bom que algumas pessoas fossem mais burras nesse sentido.” Pág.: 30





Nota:
Livro “Casamento Hathaway da Lisa Kleypas”, está disponível em versão digital na Saraiva, gratuito (AQUI), este pequeno conto nos revela o dia do casamento de Win e Merripen, nos dá um gostinho a mais de cada Hathaways que nos fizeram apaixonar durante todos os livros. Neste livro mostra também algumas travessuras da nossa mascote Beatrix envolvendo um elefante desta vez. Para você que acompanha a série irá se divertir nesta leitura assim como eu.

Um comentário:

  1. Eu comecei a ler a série justamente pelo último! =x e amei e nem não, eu não me arrependo! Agora vou correndo para ler os outros =D

    Estou te seguindo, se quiser conhecer o meu cantinho será super bem vinda!
    Beijos,
    Joi Cardoso
    Estante Diagonal

    ResponderExcluir