sábado, 21 de dezembro de 2013

[RESENHA] Uma Prova de Amor - Emily Giffin



Mais um livro resenhado da Emily Giffin e mais um assunto polêmico em se tratando de relacionamentos. Já tivemos aqui discussões a respeito de dar filhos para adoção (Laços Inseparáveis), fidelidade matrimonial (Ame o que é seu e Questões do Coração), gravidez inesperada (Presentes da Vida) e amizade (O noivo da minha melhor amiga). Dessa vez a polêmica gira em torno de ter ou não filhos. 

Claudia está prestes a completar trinta anos e passou boa parte deles de galho em galho, sem achar alguém que quisesse um relacionamento sério com ela depois que ela admitia que não queria ter filhos. Não que ela não quisesse ter filho agora, ou ter filhos cedo. Ela não queria ter filhos nunca. E então ela conheceu Ben. Além de ser lindo, charmoso e engraçado, ele também não queira ter filhos. Tanto quanto ela. Então obviamente eles se casaram e foram felizes para sempre. Ou pelo menos até ele mudar de ideia.

Ben culpa Claudia de ser inflexível. Não que ele quisesse que ela desse o braço a torcer, e fosse pro quarto fazer um filho assim que desse. Não. Ele queria ao menos que ela cogitasse a ideia de um dia ter um filho. Mas nem isso Claudia se prestava a fazer. Ela se sentia traída. Como ele poderia traí-la dessa forma? Mudar ideia sobre uma coisa tão importante? Como ele poderia querer mais ter um filho do que estar com ela?

Pois bem, a crise está posta. Como cada um conseguiu sair dela, se é que conseguiram sair, você só vai descobrir se ler. Mais uma leitura recomendadíssima. E aproveitando, esse é mais um livro da Emily Giffin que eu admiro, pois trás pra gente situações cotidianas, crises e dilemas do dia a dia de pessoas comuns, que podem acontecer com qualquer um de nós. Então é fácil você se por no lugar dessas pessoas, e tentar descobrir qual seria sua reação no lugar delas. Isso nos ajuda a conhecer melhor quem somos e do que somos capazes.

Uma Prova de Amor, apesar do título tosco (em inglês é Baby Proof - so much better!), não é uma historinha de amor água com açúcar. São 403 páginas de uma crise séria matrimonial. Daquelas que poderia ser com você, com seu vizinho, com sua amiga. Com certeza vai te fazer pensar mais a respeito de certas coisas em relação a vida à dois. Recomendadíssimo!


QUOTES

"É injusto alguns casamento infelizes terem a tendência de se arrastar e durar décadas, enquanto casamentos perfeitos, como o meu, parecem terminar da noite para o dia."

"A razão é esta: amo Ben mais do que ele me ama. Sei que ele me ama muito. Sei que ele me ama mais do que amou Nicole ou qualquer outra. Mas ainda acho que o amo mais. É uma daquelas coisas das quais você nunca tem certeza, pois não existem dados de relacionamentos em um computador que lhe deem uma resposta. Não é possível quantificar o amor e, se você tentar, vai acabar focando em fatores enganosos. Coisas que têm mais a ver com personalidade, o fato de algumas pessoas serem ou mais expressivas, ou mais emotivas, ou mais carentes em um relacionamento. Porém atrás de tais cortinas de fumaça, a resposta está ali. O amor é raramente, e quase nunca, uma equação equilibrada. Alguém sempre ama mais."

 "- Não seria bom se pudéssemos escolher as pessoas que amamos? - Sim - respondo. - Ou pelo menos, fazer com que as pessoas que amamos queiram as mesmas coisas que a gente. - Sim - ele diz. - Isso também seria bom."

"Sempre pensei, erroneamente, que a preocupação e o medo servem como uma apólice de seguro. No nível do subconsciente, acredito que, se você se preocupa com algo, é menos provável que aconteça. Muito bem, estou aqui para dizer que s coisas nao funcionam assim. O que você mais teme pode acontecer a qualquer momento. E quando acontece, você sente que foi traída, já que sentiu todo aquele medo no início."


Aldrêycka Albuquerque

Nenhum comentário:

Postar um comentário