quarta-feira, 3 de agosto de 2011

Perfil do Autor #1 - Evandro Raiz


Neste Especial não poderia faltar uma entrevista com um autor desta literatura sangrenta, para inauguração desta coluna de entrevista trazemos um pouco do autor: Evandro Raiz Ribeiro que inicia sua carreira literária com a estréia de “Não Deixe o Sol Brilhar em Mim”. Conheça um pouco da história dele e em seguida confira a entrevista que fiz com o autor que mora no Japão.

Nasceu em Recife, passou sua infância entre Pernambuco, Paraíba e Alagoas. A adolescência passou em Santo André, cidade que considera como sua segunda terra natal, onde tem uma segunda família e muitos amigos. As pessoas que lá encontrou, trataram um garoto nordestino e desconhecido com o devido respeito que o ser humano merece, dando-lhe a confiança necessária para desbravar o futuro e o mundo. Hoje em dia é web designer e mora no Japão desde 1992. Não deixe o sol brilhar em mim é a sua primeira aventura literária.
Página do autor: http://clubedeautores.ning.com/profile/EvandroRaizRibeiro

Entrevista com Evandro Raiz
Autor de “Não deixe o sol brilhar em mim”
Editora: Dracaena

1.Por que o tema: Vampiro?

Porque sempre me fascinou e apesar dos modismos atuais em relação ao tema vampiresco e por mais que ninguém acredite, não escrevi porque era a sensação do momento,  e nem escreverei o seguinte sobre anjos ou zumbis ou qualquer outra coisa do tipo só porque está na moda. Eu vou escrever sobre o que me interessa e não me interesso por tendências, mesmo que essa posição não seja financeiramente atrativa do ponto de vista de alguns, rsrs!

2.Como foi a construção de : Não deixe o sol brilhar em mim"?

Já escutei vários comentários dizendo que a sinopse do meu livro se parece como o filme “Let the Rigth One In” conhecido no Brasil como “Deixa ela entrar” que já tem até um remake chamado “Let me in”.  Isso não é estranho, porque foi exatamente esse filme que me deu inspiração para escrever “Não Deixe o Sol Brilhar em Mim”. Agora por favor, não confundam inspiração com plágio, meu livro não tem nada a ver com o filme.  A princípio o que faz lembrar o filme é o tema que usei, o encontro  de um garoto que sofre bullying familiar e na escola com uma garota que é um vampiro. Quando se recebe um tema para se desenvolver em uma aprova de redação, não significa que todos os alunos da classe vão fazer um texto exatamente igual. É exatamente isso que acontece com meu livro usei o mesmo tema, mas a história é completamente diferente. Conto reminiscências da minha infância vividas na cidade de Santo André que usei como palco da história.

3.Por que criou um personagem feminino para estes seres sanguinários tão masculinizados na maioria dos livros?
Essa não é uma idéia original, Anne Rice em seu livro “Entrevista com o Vampiro” havia criado uma vampira criança, Cláudia. Mas Cláudia na história de Anne Rice, é apenas uma vampira adulta num corpo de criança. Já John Ajvide Lindqvist em “Let the Right One In”  criou uma vampira que é velha em idade, mas não passa de uma criança na realidade. Não tem nenhum superpoder e sofre por ser o que é. Eu achei isso sensacional, estava cansado dos velhos Vampiros clássicos superpoderosos e dos novatos muito melosos. Se eu fosse escrever uma história de vampiros, o meu vampiro tinha que ser assim.

4.Foi difícil conseguir que a Editora Dracaena publicasse o seu livro?

Na verdade não, ouvi falar sobre a Dracaena numa entrevista que  Kézia Lobo, uma das escritoras que publicam na Dracaena, fez para um blog, entrei em contato com a editora, enviei meu material, eles aprovaram, acertamos detalhes e pronto foi tudo muito rápido.

 5.Prevê uma continuação? Se sim já tem capítulos?

Olha, na verdade não planejo uma continuação para “Não Deixe o Sol Brilhar em Mim” isso pelo simples fato de que não gosto de continuações. Mas não estou dizendo que não farei de forma alguma; o problema com continuações é conseguir manter um nível igual ou superior ao do livro anterior, e as mesmas pessoas que desejam ardentemente pela continuação, serão as primeiras a reclamar. 
 
6.Como é a experiência do seu livro ser lançado no Japão? Como se sentiu ao receber a aprovação?

Publicar o livro no Japão, vai ser apenas um alongamento da publicação no Brasil. O público alvo será a comunidade brasileira no Japão.  Consegui numa conversa com distribuidores de produtos para a comunidade, apoio para distribuir meu livro aqui na comunidade. Mas os livros mais vendidos por aqui, são os best sellers em evidência aí no Brasil. Então um novo autor nacional publicando por aqui não é tarefa fácil de forma alguma, vai depender muito de como vai se portar meu livro com o público aí no Brasil e do meu trabalho de divulgação por aqui.

7.Já teve bloqueio durante a escrita? Como contornou ou contorna quando acontece?

Como esse é o meu primeiro livro, não tive ainda esse tipo de problema e espero não ter futuramente. Não deve ser nada interessante querer escrever algo e na mente apenas um banco total.

8.Planos para ir à Bienal/2011? Você participará de alguma?Recife está na agenda?

Por morar no Japão, não tenho ainda no momento planos para isso, vai depender das oportunidades que aparecerem. Com certeza ia ser uma coisa muito boa participar de uma bienal em Recife.

9.existe um novo projeto para um livro seu? Pode nos contar um pouco sobre ele?
 No momento não tenho nada de concreto, apenas alguns esboços a flutuar em minha mente. Assim que acabar todo o processo de lançamento de “Não Deixe o Sol Brilhar em Mim” vou sentar com mais calma e tentar ver o que sai de tudo isso.

10.Rapidinhas:
a)Uma Música: Don’t let the sun go down on me (versão original)
b)Um Livro: Dom Casmurro
c)Um filme: Let the Right One In
d)Um(a) escritor(a): Edgar Alan Poe
e)Um (a) ator(atriz): Matheus Nacthergaele
f)Um Lugar: Brasil
g)Um desejo: Poder escrever em tempo integral

11.Deixe uma mensagem para os leitores.

Gostaria de agradecer a todos os leitores e parceiros de blogs que estão me dando apoio total nesse momento especial da minha vida, muito obrigado.

4 comentários:

  1. Oii Meninas,
    O Evandro é um fofo né? Estou super na expectativa de ler o livro dele e mais ainda pq sou apaixonada por Let the Right One In.

    Parabéns pelo especial meninas, está demais.

    Beijos,
    Mah | Livro e Coração

    ResponderExcluir
  2. Adorei a entrevista, acho sempre legal conhencer um pouco mais sobre os autores e suas expectativas.

    beijos

    ResponderExcluir
  3. Admiro demais post em que tem entrevista com os autores,acho super importante!

    ResponderExcluir
  4. Um escritor daqui de Recife \o/ fiquei bastante animada com a proposta do livro dele, uma vampira diferente do que estamos acostumados a ver, achei o autor muito simpático, desejo muito sucesso na carreira dele! E já vou dar uma procurada para ver se compro o livro!

    ResponderExcluir