quinta-feira, 5 de novembro de 2015

Resenha: Sem Vergonha, Julianna Costa


Mina tem toda sua vida sobre controle, porém uma única e simples decisão a faz vira tudo de cabeça para baixo.

Uma mulher bem sucedida no trabalho, com uma melhor amiga bem divertida e ousada, que decidiu que Mina deve perder a virgindade com o garoto de programa: Ryker. Um plano bem simples, até eles verem um assassinato acontecer no estacionamento do hotel e daí sua vida teria que mudar completamente. Fugindo da máfia russa, Mina e Ryker vão viver situações inusitadas, engraçadas e bastante sensuais.

Como eu já esperava, a autora Julianna Costa, sabe desenvolver uma estória e formar personagens cativantes como ninguém. Porém nesse livro achei a estória forçada demais com máfia russa e queima de arquivo, realmente o pano de fundo não conseguiu me convencer, embora seja muito bem escrito. A escrita da Ju flui tranquilamente e o leitor se ver louco pra saber o final dessa estória mirabolante demais.

Os personagens são verdadeiramente cativantes. A protagonista me conquistou nas primeiras páginas, com suas inseguranças e meio psicótica, Mina chega bem próximo da realidade. O que mais me surpreendeu foi a sua personalidade, normalmente nessas estórias de protagonistas virgens, elas geralmente(não generalizando) são mocinhas inocentes demais, frágeis demais, inteligentes de menos e sempre precisando serem salvas. Porém Mina Bault surpreende o leitor com sua altivez, inteligência, amadurecimento e em muitas ocasiões segura de si, mesmo tentando acreditar nas suas palavras. Já o Ryker, não me cativou de início, demorou um pouco para gostar desse cafajeste, mas que se revelou um coração enorme e bondoso. Ele parece aquele típico badboy covarde que esconde um cara honesto, de princípios e muita coragem. Outros personagens também se destacam na estória como alguns amigos de Ryker que se tornam amigos de Mina também, isso tudo na boate de strip-tease que eles se escondem. Também temos personagens odiosos como o pai de Ryker e Skye, duas narrativas difíceis de ler, porém Skye surpreende no final.

Uma estória que vale a pena ser lida, mesmo não gostando da trama me envolvi e me apaixonei pelos personagens muito bem construídos e que vão deixar saudades. O final é previsível, mas a Ju sempre me surpreende e me deixa com dúvidas no finalzinho que acelera ainda mais minha leitura. Espere muitas cenas sensuais e de sexo neste romance, além de cenas românticas e de ternura, mas lembrando de que vai dar boas risadas com as confusões de Mina e o sarcasmo de Ryker. Recomendo a leitura.

Quote:
“Respirou fundo, e senti seu calor na minha pele. Apoiei uma mão no seu ombro e enfiei a outra nos seus cabelos em um cafuné lento. Ryker olhou para mim com um sorriso discreto, como se quisesse deixar claro que eu o surpreendera, mas que ele aprovava.” Pág.: 61

Nenhum comentário:

Postar um comentário