segunda-feira, 9 de novembro de 2015

Resenha: A Primeira Chance, Abbi Glines

(Atenção Alguns spoilers)
Por que tudo tem que ser inusitado e complicado na cidadezinha pacata de Rosemary? Desde a chegada de Blaire, nunca mais esta cidade foi a mesma.

Neste sexto volume da série Rosemary Beach, da autora Abbi Glines, é apresentada a estória de Harlow e Grant. Harlow é filha do famoso músico da banda Slacker Demon: Kiro, o qual sempre a manteve escondida desde pequena. Com a perda da mãe ainda bebe, Harlow viveu com sua avó até esta falecer, então tomando responsabilidades (o que é difícil nos integrantes da banda Slacker Demon), Kiro resolveu cuidar da sua garotinha, para fazer seu papel de pai, mandou que as irmãs convivessem juntas. É claro que se tratando da irmã malvada: Nan, essa união é praticamente impossível, e ainda pior depois que um acontecimento do passado, não muito distante, envolvendo Nan, Grant e Harlow, volta com força total e vai desestruturar essa cidadezinha que de pacata não tem mais nada.

Depois de um acontecimento bem triste e doloroso do último livro (Amor sem limites), o grupo de amigos se encontram tentando seguir em frente, Rush com sua Blaire, Della com Woods, Bethy tentando se reerguer e Grant fazendo besteira. É certo que o que aconteceu mexeu com todos, mas Grant poderia pegar mais leve nas loucuras que faz. Grant é um personagem difícil de cativar ele sempre quer consertar as pessoas, o que acho bem difícil de aceitar gente que age desta maneira, pois se rasteja demais. Porém ao longo da leitura ele toma umas atitudes (FINALMENTE!!!) que me fez simpatizar mais com esse protagonista. Além de tranquilo e às vezes divertido, ele não consegue mentir para as pessoas que importam para ele, o que ganhou muitos pontos no meu conceito. Harlow é a gentileza em pessoa, bonita, inteligente e bondosa, essa protagonista me conquistou na sua pequena participação há dois livros atrás. Não pense que ela é indefesa, quando esta irritada sabe se comporta como uma dama e mesmo assim impor sua vontade e enfrenta quem tenta lhe ferir. O único ponto negativo da Harlow, foi não ter contado sobre certo assunto para o Grant antes, acredito que ela quis se proteger demais, mas deveria ter contado logo que se descobriu apaixonada e enfrentado as consequências.
Outros personagens, figurinhas já carimbadas dos primeiros volumes, aparecem neste romance, porém o foco principal e pontos de vista são de Grant e Harlow. O personagem da Nan aparece muito mais odiosa do que antes e sinceramente estou ansiosa para saber o destino desta víbora que já infernizou esses personagens há 6 livros.

A Abbi glines continua com sua narrativa leve, rápida e muito sensual. E claro a autora também relata cenas bem sensíveis que emocionam o leitor. Claro que para aumentar o drama, uma revelação vai balança as estruturas de Harlow, e ela vai precisa de Grant como nunca, a pergunta é se ele vai estar lá por ela ou não? Um romance previsível e com muitas cenas de sexo, não deixando de lado os já frequentes conflitos familiares, desta série gostosa de ler.

Quote:
“ – Existem três tipos de mulher nesse mundo. Aquelas que sugam você até a última gota e o deixam sem nada. Aquelas que só querem se divertir. E aquelas que fazem a vida valer a pena. Esse último tipo... A mulher certa é aquela que dá na mesma medida em que recebe, e você nunca se cansa de estra com ela. Ela é do tipo que ... se você perde-la, acaba se perdendo.” Pág.: 11

Nenhum comentário:

Postar um comentário