quarta-feira, 25 de março de 2015

Resenha: Boneca de Ossos






Autor: Holly Black
Editora: Novo Conceito (#irado)
Páginas: 224
Ano: 2014







Boneca de Ossos da Holly Black é o livro de estreia do selo #irado da Editora Novo Conceito, assim que eles liberaram a capa eu já morri de vontade de lê-lo.  A verdade que eu mal sabia de que se tratava o enredo do livro, confesso que só tinha em mente a imagem de uma história infanto-juvenil com uma capa que lembrava o livro Coraline – que depois descobrir que não tem nada a ver. 

O livro vai nos contar a história de três amigos: Poppy, Zach e Alice, que constantemente brincam de contar histórias fantasiosas com rainhas, piratas, sereias e todos os seres fantásticos que dominam suas mentes. Até que Zach acaba interrompendo a história por motivos pessoais (leia para descobrir!) e logo uma série de acontecimentos estranhos, envolvendo uma menina morta do século 18 e – adivinhem!? – uma boneca de ossos acabam levando a criançada para uma aventura real, como nunca imaginariam... 

Holly Black tem uma narrativa leve e agradável, conseguiu retratar bem a fase de transição entre infância e adolescência de forma sutil para o público-alvo do livro, apesar de criar um drama familiar para cada uma das crianças. Na verdade, a autora não dá muita relevância para esta questão, tanto que ao longo do livro não vi o desenvolvimento neste quesito; até porque, a personagem principal da história (a meu ver) é a boneca de ossos (ou a Rainha). Diversas situações surgem em volta da boneca e que uma dessas acaba decidindo um ponto crucial na vida dos amigos.

Em suma, é um livro com aventura, ação e mistério na dosagem certa, sobre lealdade, infância e amizade. Para quem procura um infantojuvenil com essas características, recomendo!

Nenhum comentário:

Postar um comentário