segunda-feira, 24 de março de 2014

Resenha: 23 Noites de Prazer

Para a Drª Hanna, era mais uma consulta onde o paciente diria suas agruras, sofrimentos, medos e se sentiria melhor por ter desabafado e contado a um estranho como se sentia. Porém quando Nahia Valar entra na sua sala, ela percebe que não é tão simples assim.

Nahia tinha uma vida bem “pacata”, trabalhava muito duro, e sem nenhum reconhecimento, numa editora que almejava uma melhor posição profissional, sua vida amorosa era praticamente zero em consequência: “vida sexual inexistente”. Ela percebe que tem que mudar certas atitudes na sua vida, quando um comentário de muito mau gosto é proferido por um de seus colegas de trabalho e ela fica muito triste e tremendamente irritada. E é neste ponto que o belo Amadeo entra na estória de uma maneira pouco comum, ele desafia a Srtª Valar a experimentar coisas novas e ousadas, claro que ela aceita, não tinha nada a perder, com um certo receio que não foi o suficiente para detê-la. Nossa protagonista se aventura neste mundo muito sensual, desafiante e excitante.

A autora tem uma narrativa divertida e fácil, no início demorei um pouco pra pegar o ritmo, mas quando você se deixa levar pela leitura tudo flui muito bem. O livro tem como central a protagonista Nahia, ela é o objetivo de todo o livro, o leitor participa mesmo de sua vida torcendo, se divertindo e as vezes sofrendo com a protagonista. Outros personagens secundários são apresentados, porém muito rápido, gostaria de saber mais sobre dois personagens bem divertidos e essenciais na estória: Amadeo e Kio. Mas como falei a principal e a que a autora quis evidenciar foi a Nahia. A autora faz você refletir sobre autoestima e certas situações que acredito que muita gente já passou e quis fazer de maneira diferente igual a Nahia.

A diagramação do livro é  bem legal, e a autora não divide como capítulo 1, 2..., mas sim como Primeira noite, Segunda noite e assim por diante até completar as 23 noites de prazer. O que mais gostei foi ao início de cada capítulo ou melhor "Noite" ela coloca uma frase de sentido sensual de grandes personalidades como Marilyn Monroe, Angelina Jolie, Oscar Wilde dentre outros.

No início a estória é totalmente voltada para Nahia e suas superações sexuais, a autora descreve cenas de sexo bem explicito e intenso, confesso que não sou fã de estórias que tenha o sexo como principal e sim sexo como consequência, por tanto foi difícil eu gostar de início. Mas depois de um certo tempo de leitura a autora te envolve no mundo de Nahia, seus relacionamentos, sua vida no trabalho, as diferentes pessoas que ela tem que lidar, que te remete um pouco ao nosso cotidiano diário. A Julianna adiciona à trama um esquema bem peculiar ao ambiente de trabalho, que te prende até o final e um romance super empolgante e emocionante que não consegui parar de ler até as últimas páginas.
Pela primeira vez achei desnecessário um epílogo, acredito que a estória encerrou muito bem no último capítulo, sem seer necessário o epílogo.

Uma estória divertida com muitas cenas de sexo e uma protagonista que conquista o leitor desde o início. Sem grandes pretensões “23 Noites de Prazer” é recomendado para você que gosta de romances e livros eróticos.

Quote:

“Quando as pessoas te dão mais do que você merece, Nahia, você tem que dar o troco.” Pág.: 224

Obs.: Próximo dia 28 de Março 2014, a autora estará no Shopping Riomar Recife, na Livraria Saraiva Riomar, para lançamento de seu livro: "23 Noites de Prazer", se você mora em Recife e proximidades, venha prestigiar esta autora Pernambucana às 19hs. Mais informações acesse o Saraiva Conteúdo AQUI

Nenhum comentário:

Postar um comentário