terça-feira, 11 de fevereiro de 2014

Resenha: Tudo o que ela sempre quis

 

Barbara Freethy
Editora Novo Conceito
320 páginas


            Emily, Natalie, Madison e Laura tornaram-se grandes amigas na universidade, eram as Quatro Fantásticas. A grande responsável por esse elo foi Emily, mesmo elas não tendo nada em comum, a amizade que tinham era mais forte. Até que um ano depois, Emily acaba falecendo em um acidente e a família e amigos ficam desolados com a perda. 

Dez anos após o acidente, um escritor desconhecido explode na lista dos best-sellers com uma história semelhante das Quatro Fantásticas (até os nomes), com uma diferença crucial: a causa da morte de Emily foi, na verdade, um homicídio.   

Esse livro só foi chamar minha atenção depois que li uma resenha comparando com a trama de Pretty Little Liars. Gostava bastante do seriado, mas não acompanho mais por cansar da embromação sobre a identidade de “-A”, mas enfim. Para minha surpresa e alegria, Tudo que ela sempre quis tem rumos bem diferentes de PLL e um final bem fechado. Além da escrita de Barbara Freethy ser uma graça, ela soube construir um mistério que prende o leitor desde o inicio. Autora ainda faz bom uso (digo isso pois é arriscado, alguns autores pecam aí) na criação de vários pontos de vistas, a história não soou repetitiva ou enfadonha. 

O único ponto negativo é o desfecho que deixou (um pouco) a desejar, algumas questões caíram de paraquedas sem explicações. Mas nada que afete a qualidade do livro, afinal, a intenção não é um romance policial estilo Agatha Christie. A obra cumpre seu papel e está recheada de suspense, romance e até doses de humor, fica dica para quem procura uma leitura leve com essas características.

The Funeral by Band of Horses on Grooveshark


Um comentário:

  1. Eu comprei este livro já a algum tempo, ainda não tive tempo de ler, mas eu achava que ele giravam em torno de um romance e não de um suspense... Sim, eu não li a sinopse nem nada do tipo, apenas comprei porque gostei do titulo, da capa e o preço estava super excelente.
    O que me deu medo de não gostar do livro foi quando você falou que a autora usou vários pontos de vista e soou como se ela repetisse as cenas apenas mudando o ponto de vista, eu detesto esse tipo de coisa, pois enjoo logo do enredo.

    http://worldbehindmywall.fanzoom.net/

    ResponderExcluir