Páginas

segunda-feira, 21 de maio de 2012

Resenha: O Vale das Borboletas


Sinopse - O vale das borboletas - Amanda VieiraQuando Heitor se muda para Crisálida, depois de escapar de perseguições enigmáticas em São Paulo, a vida de Maria Luisa também é afetada de forma inesperada. Isa, como ela prefere ser chamada, acaba por se envolver pelo seu misterioso primo que passa a frequentar a mesma escola onde estuda. Um amor de tirar o fôlego, uma aventura impressionante, cercada pelos mistérios do desaparecimento da fortuna de um pintor de borboletas. Ele tenta protegê-la, ela coloca a sua vida em risco, uma perigosa paixão com um final que somente um detetive sagaz poderia imaginar. Isa decide então confrontar o seu perseguidor, sozinha, com o coração na garganta e um tesouro em mãos. Do alto do morro do Vale das Borboletas ninguém poderá escutar o seu grito de socorro.


Isa é uma garota comum que vive na cidade de Crisálida, lá há um vale chamado: “Vale das Borboletas”  um lugar de beleza ímpar, que guarda mistérios e segredos familiares, mas o que nossa protagonista comum tem de conexão com estes mistérios?

A narrativa da Amanda é empolgante que te deixa ansioso pelo próximo capítulo. No início conhecemos Maria Luísa, que prefere ser chamada de Isa, uma adolescente normal de beleza natural e muito inteligente. Sua vida esta seguindo sua rotina de todos os dias até a chegada de Heitor, seu primo, o qual ela não o via a 10 anos e vem de são Paulo as pressas. Daí começa o desenrolar da estória, Isa enlouquece com as implicâncias dele e sabe que ele esta escondendo um segredo, mas o que será que esconde? E a revelação destes mistérios pode trazer grandes mudanças não só para as famílias dos protagonistas como também para a pacata cidade de Crisálida.

No livro temos duas perspectivas dos acontecimentos, na maioria são da Isa, mas temos alguns capítulos intercalados pela visão de Heitor. Nosso protagonista masculino é bonito, sarcástico, inteligente e sabe como irritar Isa com suas brincadeiras a deixando no seu limite de tolerância. Particularmente gostei muito do personagem de Heitor, a Isa também é interessante, mas Heitor me conquistou.

A autora não conta a estória só do romance dos protagonistas, traz também uma trama misteriosa com cenas de suspense e ação de tirar o fôlego. Há momentos que a estória toma rumos que você acha previsível, mas outras revelações são feitas ou mais mistérios são questionados e fiquei aflita em meio a leitura, não conseguia parar de ler. A Amanda Vieira, traz em seu livro outro tema: “A família” seus laços, relações e dramas, e gostei muito da maneira que ela aborda este tema em sua narrativa, mostrando seu cotidiano e as mudanças que acontecem com a quebra da rotina.

Indico a leitura deste livro, que me deixou empolgada do início ao fim. Descubra você também os mistérios do “Vale das Borboletas”.

Quotes:
“—Ou esse Vale das Borboletas é só fachada para me manter refém? – Heitor levantou do tronco, deu meia-volta e depois me imobilizou, colocando os braços de cada lado do meu corpo, impossibilitando minha saída. Permaneci sentada no tronco, impedida de negar a mim mesma a energia que aqueles olhos transportavam para mim.” Pág.: 57

“Na campina coberta por flores havia um alvoroço de borboletas, as cores se misturavam ao azul do céu e o sol brilhava alto, derramando calor e luz na cachoeira inacreditavelmente charmosa e exuberante, com certeza um dos lugares mais lindos do mundo. As pedras, que pareciam um mármore verde, a água esverdeada e a beleza da vegetação tornavam o Vale das Borboletas um paraíso.”  Pág.: 59

Confira a Entrevista com a autora no blog, AQUI

10 comentários:

  1. Fiquei com vontade de ler, Dany. Parece um livro interessante.

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Esse livro é td de bom... Desde a capa a história!!
    Eu quero muito ele pra mim ^^

    beijoss
    Aparece no blog, tem promocao legal
    http://dailyofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Dany, além da bela resenha, ainda tenho você comentando MUITO sobre esse livro. Se quero ler? Claro!

    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Oi, Dany!
    Passando aqui para dizer que amei sua resenha /o\
    Obrigada pelo carinho e ótima descrição do livro.
    Uma montanha de abraços *---*

    ResponderExcluir
  5. Ai, fiquei morrendo de vontade de ler! Amei a resenha e amei o Heitor! Adoro personagens que são "bonito, sarcástico, inteligente e sabe como irritar Isa com suas brincadeiras a deixando no seu limite de tolerância". Tem coisa melhor?!
    Parabéns pela resenha Dani!

    Mega cheiros!

    ResponderExcluir
  6. Adorei a resenha,ficou muito boom!
    Confesso que nunca tinha ouvido falar,mas achei um livro interessante e essa capa tb,apaixoneei!

    ResponderExcluir
  7. adriana medeiros5 de junho de 2012 14:47

    Gente, descobri q o nome do livro é um lugar q existe em MG, que legal!!! Acho q isso é o q tava flataldo na literatura nacional, o orgulho de ser brasileiro e utilizar a nossa terra como cenário para histórias deliciosas como a de Isa e Heitor.

    ResponderExcluir