segunda-feira, 29 de junho de 2015

Resenha: Entrega, J. C. Reed

Depois de grandes emoções, Brooke pensa que esta tudo bem e que agora finalmente vai viver seu grande amor com muita intensidade e paz, porém ela não sabia que fortes golpes da vida ainda estavam por vir.

Depois de tudo aparentemente ter se resolvido no livro anterior, Conquista resenha AQUI, nossa protagonista principal estava bem longe do seu final feliz. Este terceiro livro da trilogia Devoção traz muitas reviravoltas. Confesso que no começo o livro pareceu muito parado e triste, porém a autora dá um gancho que arrebatou a leitura e eu não conseguia parar de ler até ela resolver a situação da mocinha mais sofrida de todos os tempos da literatura (parece exagero, mas me sinto assim com a Brooke). A estória traz um assunto bem atual que acontece com muitas mulheres e que foi difícil ler cada página por saber que esta situação é a realidade de muitas pessoas e de todas as idades.
Neste livro também podemos esperar grandes revelações sobre Jett, seu passado e o da sua família também.

A narrativa da autora continua muito boa, como falei no começo não me pegou tanto, mas depois não consegui parar de ler até terminar as últimas páginas. Brooke continua com suas divagações, que acho muito legal nesta personagem. Fiquei um pouco chateada durante a leitura por Sylvie, melhor amiga de Brooke, aparecer pouco na trama, nas poucas cenas que aparecia ela foi bem mais inteligente e perspicaz do que Brooke. Sobre Jett, gostei muito da maneira apaixonada dele pela mocinha e como se abriu para ela, realmente mostrando que a ama e que não tem segredos a esconder dela.
Como é um romance “hot”, podemos esperar cenas bem picantes e muito sensuais, regadas de muita sensualidade e ternura também.

No final tem uma cena bem crucial e reveladora, descobrindo o por que de tudo, confesso que me chocou a revelação sobre uma pessoa que não desconfiava (embora sou meio lentinha para desvendar essas coisas ), arrematando toda a trama. Temos uma linda cena romântica no final com direito a suspiros e muita fofura, acredito que realmente a autora passou o que queria, como ela mesmo fala em sua nota de agradecimento, “quis mostrar que o verdadeiro amor existe, porém vem com muitas complicações e problemas que vale a pena enfrentar para vive-lo.”

Quote:
“Tudo parecia apenas uma lembrança, um sonho, difícil de entender e explicar, tão difícil para ela aceitar, como se não pudesse permitir que a felicidade ocorresse em sua vida.” Pág.: 135

Nenhum comentário:

Postar um comentário