Páginas

terça-feira, 19 de abril de 2011

Resenha: Sem Medo de Viver

Sinopse

Ao lançar mundialmente - e em primeira-mão no Brasil - seu mais destemido livro, Sem Medo de Viver, Max Lucado toca fundo em nosso medroso inconsciente moderno. O livro trata do sentimento que está estampado em todas as manchetes de jornais, que assombra todos os corações humanos: o medo. Crise econômica, terrorismo, guerras, doenças, fome e miséria. Como podemos lidar com tantos desafios em um tempo de inquietação global?
De forma corajosa, Max Lucado define os treze medos mais comuns de um mundo em crise que precisa desesperadamente aumentar sua fé no futuro. Podemos identificar um, dois, três ou todos os medos em nossa vida: medo de perder nossos filhos, medo de morrer, medo de uma epidemia global, medo de um acidente grave, apenas citando alguns (conheça os treze medos adiante). Porém, acreditando que tudo isso pode ser vencido, Lucado nos encoraja a viver com menos medo e mais fé.


Max Lucado é um autor evangélico em que todos os seus livros e temas têm respaldo na Bíblia. Não é um livro de auto-ajuda, é um livro evangélico em que todo o momento Lucado traz trechos da Bíblia como referência.

Os livros deste autor me cativou desde o primeiro ( eu já li quatro), por trazer a Bíblia como um guia para cristãos e não doutrinas religiosas que muitas vezes tolhem a liberdade até de pensar das pessoas.

A narrativa deste livro traz o medo que todos nós seres humanos enfrentamos todos os dias e como combatê-los, mostrando que Deus está conosco e como Seu filho Jesus, quando homem, os enfrentou.
“Sem Medo de Viver”, mostra medos que as pessoas têm e não externam, o que faz o leitor se identificar com os exemplos que Max coloca no livro, como: Quem iria imaginar que C.S. Lewis era ateu antes de sua conversão e de seus livros falando de Cristo? E como várias pessoas mudaram seus conceitos depois que tiveram um encontro com Deus, se desprendendo dos seus medos.

Nos livros deste autor o que mais me fascina é o modo como ele elabora questões que nós as respondemos ou que às vezes as temos à tanto tempo e paramos para pensar e tentar respondê-las. O que também me chama atenção é como ele aborda os assuntos, sempre sondando aos poucos até você compreender de fato um assunto de tão grande magnitude, que achava até impossível a compreensão , porém do modo que ele explica, facilita muito. Até porque a Bíblia é um livro muito complexo e de várias conotações.

Enfim, apreciei muito este livro e aprendi bastante com ele, super indico a leitura, suas próprias conclusões. Sei que sou suspeita para falar do autor, o qual gosto muito, e espero que esta resenha chegue à altura deste maravilhoso livro.

4 comentários:

  1. Sheila Carvalho Silva24 de abril de 2011 11:31

    Esse será sem dúvida minha próxima leitura.Tenho certeza que será uma viagem maravilhosa.Estás de parabéns pela resenha.Um beijo!

    ResponderExcluir
  2. Confesso que não curto livros ligados a fé e religião. Geramente tem muito da opinião pessoal do autor e não gosto muito disso. De nqualquer forma, é uma boa dica de leitura para quem gosta de explorar o tema. Adorei a resenha.

    ResponderExcluir
  3. Realmente não é um gênero literário que eu goste muito, mas lendo a resenha dá pra perceber que é um bom livro para quem gosta do gênero, o autor parece fazer um bom trabalho com o seu livro!

    ResponderExcluir
  4. Oi adorei sua resenha...mas vc já leu o livro reverso escrito pelo autor Darlei... se trata de um livro arrebatador...ele coloca em cheque os maiores dogmas religiosos de todos os tempos.....e ainda inverte de forma brutal as teorias cientificas usando dilemas fantásticos; Além de revelar verdades sobre Jesus jamais mencionados na história.....acesse o link da livraria cultura e digite reverso...a capa do livro é linda ela traz o universo de fundo..abraços. www.livrariacultura.com.br/scripts/resenha/resenha.asp?nitem..busca.livrariasaraiva.com.br/saraiva/Reverso
    www.buqui.com.br/ebook/reverso-604408.html

    ResponderExcluir